30 de mar de 2016

Carta pra você - LOLA

            



     Querida, Amiga!

     Aquela hora que olho para trás e não te vejo mais ali. O que aconteceu com o para sempre e com as juras que você me fez? Eu acho que já sofri tanto que nem sinto mais e olha que eu já senti muito, mas as pessoas tem a mania de chegar do nada, mudar nossas vidas e irem embora. As pessoas desaparecem sem ao menos nos pedir permissão ou avisar quando volta. Elas são como os filhos danados que fogem pela janela no meio da madrugada e fazem a mãe de boaba. 
     Eu já havia prometido aos astros que nunca mais na minha vida eu deixaria meu coração ser partido de novo e agora vem você e me faz quebrar mais uma das minhas promessas, sem contar aquela de não chorar por nenhum garoto (falando nisso, preciso risca-la da minha lista agora). Sempre foi tão fácil para você, né? Deve ser tão bom ter o coração petrificado e não conseguir se apaixonar por ninguém, mas também não é sua culpa, Deus sabe o que você já sofreu. Tudo está girando agora, mas eu sei que sempre passa e que daqui a alguns meses eu vou estar chorando por outra pessoa totalmente diferente. Espero que doa menos!
     Preciso escrever esse paragrafo, mas eu não sei se consigo chorar e escrever ao mesmo tempo, sabe? Desculpa se ele não ficar tão bom, amiga! 
     Lembra quando nos vimos pela primeira vez e eu nem gostei de você e como só depois a gente conversou e eu percebi que você era lindo por dentro também? Tenho minhas memorias guardadas até hoje, sabe? Não sei se sou forte o suficiente para me librar delas, mas agora eu vou tentar te esquecer de uma ver por todas. Vou apagar seu numero do meu telefone e te apagar de mim.
Desculpa por eu ter desabafado com você.

     Com amor, Lola.

Lola foi encontrada morta horas depois...

Lola foi criada por mim
Lola não pediu para nascer 
Lola não pediu para sofrer por amor 
Mas Lola pediu para ser apagada de vez

Nenhum comentário:

Postar um comentário