9 de out de 2015

Vamos falar de feminismo?


Feminist a person who believes in the social political and economic equality of the sexes

Feminismo é um movimento social, filosófico e político que tem como objetivo direitos equânimes (iguais) e uma vivência humana por meio do empoderamento feminino e da libertação de padrões opressores patriarcais, baseados em normas de gênero.

Eu sou feminista, sim! Não sei se vocês já perceberam, mas eu sou feminista e me orgulho muito disso. Me identifiquei com o feminismo quando ainda era muito pequena e já sofria com o machismo há muito tempo, para falar a verdade eu comecei a sofrer com o machismo quando ainda era uma garotinha e não podia andar pela rua, correr, jogar futebol, brincar de carrinho ou ter meninos como amigos, pelo simples fato de ser uma garota.
Lembro que eu achava que tinha que ser frívola para que os garotos gostassem de mim e que ser nerd não iria fazer com que os garotos me achassem atraente. Eu era apenas uma criança e já tinha uma opinião sobre o que eu teria que fingir ser para ser aceita. Eu era apanas uma criança e já tinha um monte de gente me dizendo o que eu poderia e não poderia ser, eu provavelmente teria sido mais feliz se eu tacasse o foda-se!
Agora vamos falar de feminismo, o femininismo que luta para que as mulheres não sejam vistas como propriedades de homem e e inferiores a eles, o feminismo luta para que aquelas mulheres que sofrem agressões em casa saibam que elas não precisam passar por isso, o feminismo que mostra que as mulheres que elas não precisam casar e ter filhos elas podem ser independente e determinar o que ela quer fazer com o seu corpo e com sua vida. Enfim, lugar de mulher é onde ela quiser
No dia 4 de outubro eu fui no show da Pitty, que para mim é uma inspiração no femininismo. Eram quatro banda sendo que três eram bandas com vocalistas masculinos e só uma dessas tês tinha uma guitarrista e em todo o show das três bandas todo mundo curtiu sem nenhuma interrupção, mas quando chegou no show dela começaram a gritar "gostosa" e ela se posicionou dizendo que aquilo não era legal e que ela não se sentia bem. Depois fui parar para pensar e deve ser bem difícil ser vocalista de uma banda, mas ela faz isso parecer tão fácil e quando ela fala como ela, e outras mulheres se sentem com aquele tipo de comportamento, ela ensina e impõe sua opinião.Eu aposto que a maioria das pessoas ali, nunca mais farão isso em outro show dela, nem de de outra banda. 



Se vocês quiseram ver um pouco mais sobre os pensamentos dela vou por o link do twitter
@pittyleone e um vídeo no Altas Horas em que ela tem uma pequena discussão com Anitta Liberdade Sexual 

#MeuCorpoMinhasRegras

Nenhum comentário:

Postar um comentário